Domingo, 29 de Março de 2020
Política

Pressionadas, Copel e Sanepar suspendem cortes de serviços

Publicada em 25/03/20 às 09:06h - 1311 visualizações

por Assessoria


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Copel)

Consumidor paranaense inadimplente com a Copel e a Sanepar neste período de pandemia do coronavírus não terá cortes de energia elétrica e água. Apesar do Governo do Estado tentar limitar a medida aos clientes de baixa renda e da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) barrar a votação do projeto de lei dos deputados Soldado Fruet (PROS) e Delegado Francischini (PSL) que proíbe qualquer interrupção no fornecimento de água, energia elétrica e gás no Paraná por 180 dias, as concessionárias acataram recomendações e determinações mais abrangentes de outros órgãos e confirmaram que não suspenderão os serviços de clientes que não efetuarem pagamentos nos prazos legais.   


Na sessão remota da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) desta terça-feira (24), o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) cobrou do presidente Ademar Traiano (PSDB) a votação do projeto de lei. Mas Traiano decidiu não incluir a proposta na ordem do dia, apesar de o relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Delegado Jacovós (PL), estar com o parecer favorável pronto para ser lido. 


Enquanto acontecia a plenária, o governador Carlos Massa Ratinho Junior fez um pronunciamento em que anunciou um pacote de medidas sociais. No meio da tarde, ele disse que a Copel e a Sanepar adiariam por 90 dias as cobranças e suspenderiam os cortes de luz e água apenas dos clientes de baixa renda, cadastrados nos programas de tarifa social. Após receber essa informação, o Soldado Fruet insistiu com o presidente da ALEP que o projeto de lei deveria ser votado porque abrangia todos os paranaenses, inclusive os trabalhadores informais, que não foram contemplados pelo anúncio do governador, e também porque estabelece um prazo maior para os consumidores reorganizarem suas finanças devido à crise. 


A sessão da ALEP não havia acabado quando o Soldado Fruet recebeu duas notícias. Primeiro, a Defensoria Pública do Estado do Paraná divulgou que a Sanepar acatou a recomendação dos Núcleos de Cidadania e Direitos Humanos e da Infância e Juventude e respondeu que “em decorrência da situação atual de estado de pandemia devido ao COVID-19, já foi definido pela SANEPAR que não será interrompido o fornecimento de água para clientes inadimplentes”.  


E, no fim da tarde, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), comunicou que aprovou nesta terça-feira (24) um pacote de medidas especiais em resposta à pandemia de coronavírus, incluindo a suspensão por 90 dias de cortes do serviço de eletricidade por inadimplência para consumidores residenciais e serviços essenciais em todo o País. No início da noite, a Copel confirmou que atenderia a determinação, mas ressaltou que nos pagamentos posteriores à data de vencimento incidirão multa, juros e atualização monetária. Segundo a Copel, a cobrança das faturas das demais classes e aquelas anteriores à decisão da ANEEL continuam válidas. “O consumidor que teve sua energia cortada por falta de pagamento anterior deve quitar o débito e solicitar a religação nos canais de atendimento da empresa”, informou. 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)99834-0411

Visitas: 698026
Usuários Online: 109
Copyright (c) 2020 - A Serviço do Povo!