Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
Brasil

Babá suspeita de agredir criança admite à polícia que bateu na menina porque estava no meio da briga de casal: 'Puxei pelo cabelo e joguei no chão'

Jovem de 18 anos disse em depoimento à polícia que agrediu a menina de 3 anos na hora da raiva. Além da bater na criança, a suspeita ainda agrediu o pescoço do companheiro com um garfo.

Publicada em 14/02/20 às 10:36h - 338 visualizações

por G1 Paraná


Compartilhe
   

Link da Notícia:

A babá que está presa em Londrina, no norte do Paraná, suspeita de agredir uma criança de 3 anos, admitiu à polícia que bateu na menina porque ela estava no meio de uma briga de casal.

“A criança estava na sala da minha casa e, na hora da briga, estava na minha frente. Na hora da raiva peguei a menininha, puxei pelo cabelo e joguei no chão. Depois disso, fui para cima dele do marido”, relatou a jovem de 18 anos.

A babá foi presa no sábado (8). De acordo com o Boletim de Ocorrência, a suspeita brigou com o homem com quem mora há quatro anos e o atingiu com um garfo longo no pescoço.

O homem, de 24 anos, foi socorrido pelos bombeiros e levado para um hospital.

A mulher foi levada à delegacia pela polícia. Na delegacia, a irmã da babá avisou a mãe da menina que a criança tinha sido agredida durante a discussão.

“Estava bebendo cerveja e disse que ia pegar a garrafa de vodka que estava na geladeira. Aí ele falou que não ia deixar. Começamos a brigar por causa disso. Ele chamou a minha mãe e falou que eu estava bêbada e que queria beber mais. Enquanto a minha mãe conversava comigo, ele começou a debochar da minha cara, dar risada. Fiquei com raiva e fui pra cima dele”, detalhou a babá.

A babá ainda contou que depois de bater na criança, pegou um garfo que estava na cozinha e atingiu o companheiro.

“Nunca tinha agredido a criança antes. Ela sempre quis ficar comigo, a mãe dela sempre deixou. Agredi a menina porque ela estava entre eu e o meu marido”, afirmou.

A jovem está presa preventivamente.

A menina de 3 anos teve ferimentos em várias partes do corpo. Ela fez exames no Instituto Médico-Legal (IML) e ficou comprovado as lesões.

Menina fez exame no IML após família descobrir as agressões. 


ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)99834-0411

Visitas: 589420
Usuários Online: 38
Copyright (c) 2020 - A Serviço do Povo!